fbpx

Eficácia microbicida da água ozonizada contra Candida albicans aderida a placas de prótese acrílica

Eficácia microbicida da água ozonizada contra a Candida albicans

A placa microbiana que se acumula nas superfícies da prótese total é composta de várias espécies de microorganismos orais, incluindo Candida albicans, um fungo que é o principal agente causador da candidíase crônica atrófica associada à prótese dentária, assim, o controle da placa dentária nestas superfícies acrílicas é essencial para a prevenção desta doença. No estudo analisado iremos verificar a eficácia da água ozonizada contra a Candida albicans.  

Arita et al. (2005) examinaram o efeito da água ozonizada sobre Candida albicans em placas acrílicas de prótese. Os materiais e métodos utilizados pelos autores foram a preparação de condições de crescimento para C. albicans e preparação de placas de teste, onde estas placas de teste foram lavadas três vezes com solução salina estéril e imersas em 150 ml de várias concentrações de água ozonizada, e submetidas à ação de um dispositivo ultrassônico.

Os pesquisadores realizaram a comparação da atividade antimicrobiana entre água ozonizada e limpadores de prótese, seguida da determinação da atividade antimicrobiana da água ozonizada visualizando com um microscópio eletrônico de varredura.

Os resultados encontrados demonstraram que a viabilidade de C. albicans diminuiu de forma dependente do tempo quando as placas aderentes de C. albicans foram imersas em água ozonizada (4 mg/L). Demonstraram que o tempo necessário seriam mais de 30 minutos para a água ozonizada atingir a eficácia microbicida completa.

Não houveram diferenças significativas na atividade antimicrobiana contra C. albicansentre placas imersas em água ozonizada com ultrassom e aquelas tratadas com produtos de limpeza específicos para prótese, disponíveis comercialmente. Assim água ozonizada demonstrou ser um agente antimicrobiano competitivo e eficaz.

Ainda, a combinação de água ozonizada e ultrassom teve forte efeito sobre a viabilidade de adesão de C. albicans às placas de resina acrílica. Na análise por microscopia eletrônica revelaram que apenas pequenas quantidades de C. albicans permaneceram na placa após exposição à água ozonizada ou imersão em água ozonizada com ultrassom.

Assim, os autores concluíram que a água ozonizada foi eficaz para matar C. albicans em placas de resina dentária. Os dados de sensibilidade ao ozônio obtidos no presente estudo devem fornecer orientações sobre a aplicação do ozônio para eliminar a C. albicans em placas de prótese dentária.

ARITA, M. et al. Microbicidal efficacy of ozonated water against Candida albicans adhering to acrylic denture plates. Oral microbiol. Immunol., Copenhagen, v.20, n.4, p. 206-210, Aug. 2005.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO AQUI

Share:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Philozon

Postagens relacionadas

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

O FORMULÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

 Em breve um consultor entrará em contato com você.

SUA AVALIAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

SUA DOCUMENTAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO

Por gentileza, informar seu consultor que o cadastro foi realizado.