fbpx

Ozonioterapia ativa a resposta antioxidante das células

Ozonioterapia ativa a resposta antioxidante das células

Ozonioterapia ativa resposta antioxidante nas células

O tratamento com Ozonioterapia –  gás ozônio em baixas doses é explorado com sucesso como terapia adjuvante no tratamento de várias condições e patologias devido à sua ação antioxidante.  

Linhas de evidência contribuíram para estabelecer a noção de que esses efeitos benéficos podem depender da capacidade do estresse oxidativo leve de sustentar as vias citoprotetoras pela ativação do fator de transcrição nuclear eritróide 2 (Nrf2).

Nrf2 é um regulador mestre dos genes que protegem as células dos efeitos de agressões endógenas e exógenas, como xenobióticos e estresse oxidativo. Em particular, Nrf2 regula a expressão de genes sob o controle de elementos de resposta antioxidante (ARE). Em condições basais, o Nrf2 é sequestrado no citoplasma por seu inibidor específico Keap1 (proteína associada ECH semelhante a Kelch), que também promove sua degradação. Sob estímulos específicos, Nrf2 se dissocia de Keap1.

O estudo de Gàlie et al. (2018) demonstra, claramente, que a exposição a baixas concentrações de ozônio estimula as vias de proteção celular e a transcrição nuclear por meio da ativação de uma resposta antioxidante mediada principalmente pela via Nrf2 / Keap1. Além disso, o Nrf2 é conhecido por desempenhar um papel crucial na modulação das características funcionais mitocondriais sob condições de estresse para manter a homeostase redox celular.  

Em suma, isso fornece um forte raciocínio sobre a ação benéfica da baixa dosagem de ozônio, cuja eficácia terapêutica depende da indução de um “estresse oxidativo” capaz de estimular as vias de defesa celular sem causar efeitos deletérios, demonstrando que a Ozonioterapia ativa a resposta antioxidante nas células  

 BAIXE O ARTIGO EM PDF AQUI

Referência (Pubmed):

Galiè M, Costanzo M, Nodari A, Boschi F, Calderan L, Mannucci S, Covi V, Tabaracci G, Malatesta M. Mild ozonisation activates antioxidant cell response by the Keap1/Nrf2 dependent pathway. Free Radic Biol Med. 2018 Aug 20;124:114-121. doi: 10.1016/j.freeradbiomed.2018.05.093. Epub 2018 Jun 2. PMID: 29864481.

Share:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Philozon

Postagens relacionadas

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

O FORMULÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

 Em breve um consultor entrará em contato com você.

SUA AVALIAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

SUA DOCUMENTAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO

Por gentileza, informar seu consultor que o cadastro foi realizado.