fbpx

Ozonioterapia: Melhora na cicatrização de feridas em diabéticos tipo 2

Ozonioterapia-feridas-em pés diabéticos

Ozonioterapia em feridas de pés diabéticos

Além de estimular a secreção de proteases que ajudam a destruir os vasos da membrana basal e permitir a migração de células endoteliais, o BFGF ativa a síntese de macrocélulas e inibe a síntese de colágenase-1 em melanócitos. As respostas celulares ao BFGF podem ser modificadas pela condição de seus receptores (FGRF) o que pode explicar a má cicatrização em pacientes diabéticos, pois o desequilíbrio das citocinas é um dos principais fatores que inibem o processo de reparo da diabete mellitus.

O objetivo do estudo de Teplyakova et al. (2022) foi investigar o efeito da auto-hemoterapia com ozônio (OA) na cicatrização de feridas, valores séricos de interleucina (IL) – 6, 8, 10, fator de necrose tumoral alfa (TNF-α), fator de crescimento de fibroblastos básico (BFGF) e expressão local de receptores do fator de crescimento de fibroblastos (FGFR) em diabéticos tipo 2 com infecções agudas de tecidos moles.

Os pacientes da primeira coorte (n-30) receberam tratamento básico abrangente (grupo BCT), e a segunda (n=28) também recebeu OA (grupo OA). Amostras de sangue para ELISA e amostras de tecidos para os exames imuno-histoquímicos foram coletadas na admissão (dia 0) e no 9º dia de internação.

Os resultados mostraram que o uso adicional de OA acelerou o tempo de granulação de uma única e completa ferida e o tempo de epitelização marginal, em comparação com os resultados do tratamento padrão. O uso de ozônio reduziu significativamente a produção de IL-8, 10 no 9º dia. Além disso, os pacientes do grupo OA foram caracterizados por níveis consistentemente altos de produção de BFGF em contraste com o grupo BCT, onde a diminuição do nível sérico de BFGF foi observada. O número máximo de marcadores imunopositivos BFGFR foi observado no grupo OA até o 9º dia (319,45 (249,90-348,43) versus linha de base 192,65 (171,93-207,72), versus grupo BCT 123,30 (105,23-141,10), p<0,001).

Os autores concluíram que a aplicação da Ozonioterapia no tratamento complexo das infecções agudas dos tecidos moles em diabéticos permite obter reduções significativas na duração das fases de inflamação e regeneração da ferida, eliminando a superprodução de IL-8, 10 e indução da expressão de BFGF e seus receptores.

BAIXE O CONTEÚDO EM PDF AQUI

Referência:

Teplyakova O, Vinnik Y, Drobushevskaya A, Malinovskaya N, Kirichenko A, Ponedelnik D. Ozone improved the wound healing in type 2 diabetics via down-regulation of IL- 8, 10 and induction of FGFR expression. Acta Biomed. 2022 May 11;93(2):e2022060. doi: 10.23750/abm.v93i2.12291.

Share:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Philozon

Postagens relacionadas

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

O FORMULÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

 Em breve um consultor entrará em contato com você.

SUA AVALIAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

SUA DOCUMENTAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO

Por gentileza, informar seu consultor que o cadastro foi realizado.